sexta-feira, 7 de novembro de 2008

MONTANHANDO...


Como explicar isso de fases de nossas vidas?
Lembro que estava feliz no começo de Outubro...despenquei no final e volto a sorrir agora neste início de Novembro. Se puxar um pouco mais pela memória, percebo que em Março, com a aprovação (a lendária), eu estava muito mais que contente, para em Maio sofrer um novo baque no campo afetivo, que veio a se estender por meses...
Vasculhando mais ainda, há quase dez anos, em 1999, eu vivia um misto de alegria por estar no último ano do colégio e tristeza por ter sido justamente a época em que meus pais se separaram.
A vida é mesmo essa montanha russa. Um dia você tá no topo...outro você está seguindo linearmente, sem saber o que encontrará na próxima curva...depois de uma subida íngreme você cai vertiginosamente, com a sensação de abismo sem fim...até reemerger e reescalar tudo devagar.
Não, não consigo ficar apenas no topo. Não há pensamento positivo ou bons fluídos que impeçam a gente de, em algum momento, nos permitirmos despencar. É da gente, é de nossa vida: viver os momentos DOWN assim como os UP, todos fazem parte de nosso modo de ser. Admiro e venero quem consegue encarar tudo da parte mais alta da montanha, mas no fundo, acredito que é apenas uma forma de mascarar os receios existentes.
Se existisse um fórmula que dissesse que a gente só passaria por momentos felizes, que nosso cotidiano seria eterna brincadeira e que quaisquer adversidades resolveríamos com uma pílula da felicidade, que tomaríamos e ela entraria em nosso corpo contagiando cada pedaço, para ao final, quando chegasse em nosso estômago, acendesse uma "luz' que nos tornasse "alegrinhos", será que estaríamos preparados pra todas as mazelas que enfrentamos em nossas sagas? Eu não vou deixar de pensar que a dor nos engrandece sim, nos prepara pra próxima briga e nos deixa mais fortes!
Hoje eu tô bem. Amanhã sei que não estarei, mas também sei que depois de amanhã voltarei a ficar de boa. Saber dosar todos esses estágios é o que faz TH ser, de certa forma, uma pessoa centrada. E modesta...rs



TH - Perdão pela ausência nessas bandas...

6 comentários:

MCI disse...

"Subindo as montanhas
Descendo nos trilhos
Na direção do seu coração!
A vida é uma arte
E a gente reparte
Em pedacinhos cada emoção!
Gritando bem alto,
Cabelos ao vento,
É sempre uma aventura viver!
Saber de verdade,
Que a felicidade
Eu posso dividir só com você!
Vamos em frente
Que o amor leva a gente
Descobrindo a luz no fim da escuridão!
Vamos em frente
que o amor leva a gente
pra fazer real a nossa ilusão!"

Tom disse...

E quando eu digo que Pollyanna é uma retardada, ninguém me apóia... :-P

Phoenix disse...

nós, seres aquáticos, somos pessimistas, e sabe por que? Pelo descontrolado medo de perder o que na vida nos é cativo. E, sendo assim, o pessimismo é um mecanismo [falho] de defesa

Phoenix disse...

portanto, entendo o teu pessimismo :)

RRJunior disse...

li uma frase há muuuiiittoooooo tempo e que deve ser visto hj como complementação do MONTANHANDO:
"Qd vc não tem fé na vida, vc pára! A providencia divina vem e destrói tudo em seu caminho para que vc possa, então, construir tudo com a força da fé..."

TH disse...

RRJUnior: Adorei a complementação! Casou muito bem.
Phoenix: você me descreveu como nunca ninguém o fez. Aplausos
Tom: Kkkkkkkkkk
MCI: Lindo! ;)