sábado, 9 de maio de 2009

MÚSICA - MEMÓRIA AFETIVA VII



Transcendental, é a única palavra que eu elejo.
Essa música me traz uma paz sem tamanho, um estado de espírito elevado, uma sensação boa, limpa, uma felicidade indescritível. Sem dúvidas figura dentre minhas músicas-terapia, que são as que, quando a fossa está muito grande, eu ouço apenas pra deixar a alma relaxar.
E olha que não sou muito fã de New Age - inclusive, pra provocar meus amigos fãs do estilo, eu vivo repetindo que é coisa do demo! hehehe
Mas Enigma é Enigma...este projeto musical criado em 1990, com a cantora Sandra - ícone dos anos 80 no vocal - ganhou o mundo com seu primeiro disco, com sucessos como Mea Culpa (ótima) e Sadness - pra os esquecidos, Sadness foi a música-proibida que a personagem Natasha (Cláudia Ohana), de Vamp, cantou na Itália no início da novela, em 1991 - música nem um pouco permitida no local, aliás!
Recomendo que ouçam essa canção-conselheira - cuja letra é uma verdade absoluta, e dá a sugestão ao tão válido e eficaz retorno às origens, tão apreciado por muitos dos leitores fiéis deste blog, com o gosto de relembrar as coisas mais belas e agradáveis vividas na infância. Ouçam-na nos momentos em que vocês mais se sintam perdidos. Ela ajuda pessoas a se encontrarem, posso garantir!

Love
Devotion
Feeling
Emotion

Don't be afraid to be weak
Don't be too proud to be strong
Just look into your heart my friend
That will be the return to yourself
The return to innocence...

If you want, then start to laugh
If you must, then start to cry
Be yourself don't hide
Just believe in destiny.
Don't care what people say
Just follow your own way
Don't give up and loose the chance
To return to innocence

That's not the beginning of the end
That's the return to yourself
The return to innocence


1994 - ENIGMA - Return To Innocence


TH - Suspiro aliviado...

2 comentários:

RRJunior disse...

Não gosto, não... AMO!!!

Engraçado vc vir me mostrar um vídeo que lembra meu pai e postá-lo no seu blog justamente qd estou fazendo uma semana de homenagem a ele...

Enfim, casos do acaso...

;)

Tom disse...

Oh,puxa...essa música é... é... snif...
Lembra muito um momento triste da minha vida... e é muito linda, mesmo!