sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

TH'S NEWS FLASH III - Dias de trovão


PALAVRA DO DIA: Trovoadas!

Nunca pensei num Natal assim, tão cheio de acontecimentos bombásticos, revelações, roupas sujas lavadas, decepções com amigos, desabafos pesados com outros, saudades muito sentidas, atitudes inesperadas - alheias e minhas! Na minha visão, esse período, recesso do cursinho e da Justiça alagoana seria um tédio - já tinha desistido de viajar para o Rio de Janeiro mesmo, passaria dias e mais dias monótonos nessa cidade de interior que é Maceió. Mas o turbilhão resultante do fim de semana anterior me pegou de cheio e não me deixar ter um minuto de paz.

Acredito que tudo o que estou passando é consequência de erros pesados. Como disse bem uma amiga, eu cavei um buraco e estou dentro dele, esperando ser salvo. Só que minha salvação está tão longe e inacessível, justo no momento em que mais preciso, que eu terei que reescalar sozinho. Aqui embaixo é o típico local que o TH das antigas se refugiaria para sair de cena quando dos problemas. Não reconheceria esse "estar no buraco" para o TH que cresceu e amadureceu, e que eu pensava que era o que vigorava no momento, mas a gente se engana demais. Nós só nos conhecemos diante dos nossos próprios problemas.

Por hora, fico aqui, dentro do buraco...um "cadinho feliz" por, depois de muito sufoco, ver que a principal vítima da minha imaturidade e vilania está "se curando" aos poucos, com ajuda de amigos nossos. Esses amigos que tanto estão me fazendo falta agora, mas que procuro compreender que as atenções atuais devem mesmo estar focadas para a outra parte. Eu aguento sozinho...sempre fiz. Já carreguei tanto peso solitário de fazer inveja a qualquer pagador de promessas. E assim VAMOS CAMINHANDO!
P.s.: Causar dor, indiscutivelmente, é pior do que sentir...


TH - Desabafando com o velho amigo blogue

2 comentários:

MCI disse...

Nunca tão longe que não possa, mesmo distante, segurar as suas mãos. Nunca tão distante que não consiga, ainda que em reminiscências, provocar-lhe alguma sorte de boa inspiração ou idéia... Jamais tão alheio a ponto de não ouvir seu chamado e acenar para alguma longínqua estrela nofirmamento, em resposta.
Acreditar é essencial.
A força do que é puro é sempre superior aos obstáculos.
Muita dor, sim. Indesejada, meu Deus, temida! Mas a certeza maior no raiar de um novo dia: um dia em que tudo, certamente, will be in the right place. Sem sofrimentos nem angústias.
Seja paciente...
E confie no Bem maior.
Always here for you.
ALWAYS!
=´)

Tom disse...

Daniel já disse tudo, Tirrêige...
E você se tornou um exímio escalador... não precisa que ninguém lhe jogue cordas...
Abração!